O que achei do primeiro episódio de “Law & Order True Crime”

Imagem promocional de 'Law & Order True Crime: The Menendez Murders'

Depois do enorme sucesso de público e de crítica que “American Crime Story” (2016) fez, nada mais natural do que a chegada de outras séries com a mesma ideia de dramatizar um famoso crime real. Assim, a conhecida franquia “Law & Order” ganhou um spin-off, chamado “True Crime”, no formato de antologia, justamente para concorrer com a produção de Ryan Murphy. A 1a. temporada, “The Menendez Murders”, estreou na última semana, nos EUA.

Esta temporada vai contar a história do julgamento de Lyle e Erik Menendez, acusados de assassinar seus pais, José e Mary “Kitty” Menendez. O pai dos jovens era um executivo muito bem-sucedido no ramo do entretenimento, logo, o caso chamou bastante a atenção. Inicialmente, ambos não foram indiciados, mas viraram suspeitos quando começaram a torrar o dinheiro da herança que receberam.

Foto promocional de 'Law & Order True Crime: The Menendez Murders', mostrando Leslie entre Lyle e Erik Menendez

Antes de mais nada, é inevitável comparar esta série com “ACS”. Enquanto a série de Ryan Murphy trabalha mais o psicológico e tem uma maior força dramática logo em seu primeiro episódio, “True Crime” se mostra um pouco monótono, com uma certa correria. É possível notar, no entanto, que a personagem de Edie Falco, a advogada Leslie Abramson, tem grandes chances de brilhar nos próximos episódios.

“Law & Order True Crime” contará com 8 episódios, então ainda há tempo de engrenar. Mas, ao contrário de “ACS”, que trabalhou para mostrar evidências ao longo dos episódios, “True Crime” entrega o jogo logo de cara para o espectador. Veremos se o roteiro vai conseguir prender a atenção de quem assiste, depois deste primeiro episódio.

NOTA: 7.5 / 10

Comentários

Deixe uma resposta