ESPECIAL SONIC – O que achei do jogo “Sonic the Hedgehog 2” (2013)

Pôster do jogo 'Sonic the Hedgehog 2' para dispositivos móveis

Não demorou para que “Sonic the Hedgehog”, o jogo mais vendido do Mega Drive (Genesis), ganhasse uma sequência. A segunda edição do jogo foi lançada em 1992, em meio a uma disputa interna no desenvolvimento da sequência. O time americano da SEGA saiu na frente e o trabalho deles se tornou a versão que conhecemos atualmente. Cheio de novidades, o jogo fez um enorme sucesso nos consoles.

Além do modo single-player, “Sonic the Hedgehog 2” ainda trazia um modo competitivo, para dois jogadores, em tela dividida. No modo original, o jogo era ainda mais longo, com fases e cenários mais variados. Os Special Stages também estavam bem diferentes, mais dinâmicos e, ao adquirir todas as 7 esmeraldas do Chaos, Sonic se transformava em Super Sonic (mediante 50 argolas): uma versão invencível e ainda mais veloz do personagem.

Foto do modo competitivo do jogo 'Sonic the Hedgehog 2', mostrando dois jogadores competindo em um Special Stage

“Sonic the Hedgehog 2” marca a estreia do personagem Miles “Tails” Prower na franquia. A raposinha utilizava o rabo para voar e era bastante rápida também. Além disso, ela ainda tinha conhecimentos de mecânica e tinha um avião biplano, que aparece neste jogo na fase “Sky Chase”. Ainda era possível controlar o personagem no modo original, para tentar ajudar primeiro jogador.

Assim como o jogo anterior, a SEGA encomendou um remake deste jogo para dispositivos móveis, em 2013. O remake também ficou sob a responsabilidade de Christian Whitehead e o resultado é ainda melhor que o remake do jogo anterior! Pra começar, além da remasterização sonora, o modo competitivo agora é online e Tails pode carregar Sonic durante os vôos (o que só foi possível a partir da terceira edição do jogo, no Mega Drive).

Foto do modo single-player de 'Sonic the Hedgehog 2', mostrando Sonic na Hidden Palace Zone

Há também um novo modo de jogo, o “Boss Attack Mode”, voltado para desafiar os jogadores a derrotar todos os chefes de fase de uma única vez. Não posso deixar de mencionar também que foi incluída nesta versão a misteriosa “Hidden Palace Zone”, excluída do jogo original por razões até agora desconhecidas. A fase foi criada a partir dos sprites que foram encontrados nos dados do jogo original do Mega Drive e o resultado é simplesmente fantástico.

A versão para dispositivos móveis de “Sonic the Hedgehog 2” está tão boa que merece ser jogada mesmo por aqueles que já conhecem bem o jogo para Mega Drive. A remasterização está disponível tanto para iOS como Android, mas ainda não faz parte da coleção SEGA Forever — o que não deve demorar a acontecer.

Atualização em 21/11/2017: Como já era esperado, “Sonic the Hedgehog 2”  entrou hoje para a coleção SEGA Forever e está disponível gratuitamente para dispositivos móveis!

NOTA: 9.5 / 10

PS: Este review foi feito com base na versão para iOS.

Quer ver todos os posts do Especial Sonic? É só clicar aqui! Gostou da review? Quer sugerir um tema para o próximo mês? É só postar nos comentários.

Comentários

Deixe uma resposta