O que achei do primeiro episódio de “Feud: Bette and Joan”

Foto promocional da série 'Feud: Bette and Joan'

Estreou no último Domingo, no Brasil, o primeiro episódio da nova série em formato de antologia de Ryan Murphy. Depois de “American Horror Story” e “American Crime Story”, chega “Feud”, que tem como proposta mostrar as peculiaridades das relações das personalidades. Esta primeira temporada, intitulada “Bette and Joan”, se trata da famosa relação conturbada de Joan Crawford e Bette Davis, duas grandes atrizes e, de certa forma, rivais. A série vai focar na época em que ambas atuaram no sucesso “O Que Terá Acontecido à Baby Jane?” (What Ever Happened to Baby Jane?, 1962).

O primeiro episódio dá um contexto sobre a época e o momento profissional que Crawford (Jessica Lange) e Davis (Susan Sarandon) estavam vivendo. Ambas não estavam mais em evidência e eram tidas como atrizes-problema pela indústria. Indignada por ter sido deixada de lado em favor de atrizes mais jovens, Crawford decide ir atrás de uma história boa o suficiente para protagonizar e ser alçada novamente ao estrelato. Ela se interessa pelo livro “O Que Terá Acontecido à Baby Jane?” e o envia para Robert Aldrich (Alfred Molina), um amigo diretor.

Montagem mostrando Jessica Lange, Susan Sarandon e as atrizes que interpretam, em fotos promocionais para o filme 'O Que Terá Acontecido à Baby Jane?'.

Crawford sugere a Aldrich que o outro grande papel da história, Blanche, seja feito por Bette Davis. Embora as duas não morram de amores uma pela outra, Crawford reconhece que Davis é talentosa e tem nome suficiente para alavancar o filme. Crawford não teve dificuldades para convencer Davis a participar do filme, já que ela também não se encontrava em sua melhor fase profissional. Com tudo encaminhado, a produção do filme tem início. E a guerra de egos também.

A história é contada por meio de um documentário fictício, contendo depoimentos de atores e atrizes que conviveram com as protagonistas. Neste primeiro episódio, houve a participação de Catherine Zeta-Jones como Olivia de Havilland e Kathy Bates como Joan Blondell. A caracterização das personagens está muito boa e a performance das protagonistas (especialmente Susan Sarandon) é espetacular. Mas, diante de tudo o que os teasers e a própria abertura mostra, ficou um pouco aquém do esperado. Espera-se que os demais episódios ilustrem melhor a relação de amor e ódio das duas atrizes.

“Feud: Bette and Joan” terá 8 episódios e está sendo exibida no Brasil pelo canal Fox 1 (do pacote premium da Fox), com uma semana de atraso em relação à exibição americana, às 22h dos Domingos. As expectativas em torno desta nova série são tão grandes que a série nem havia estreado quando foi renovada para a 2a. temporada, que vai focar na vida do Príncipe Charles e da Princesa Diana.

NOTA: 8.5 / 10

Foto promocional da série 'Feud: Bette and Joan'

Comentários

Deixe uma resposta