O que achei do filme “Sully — O Herói do Rio Hudson”

Pôster do filme 'Sully - O Herói do Rio Hudson

O Oscar se aproxima e os filmes baseados em personalidades do mundo real começam a aparecer. “Sully — O Herói do Rio Hudson” (Sully) é baseado no famoso pouso de emergência no Rio Hudson realizado em 2009 pelo capitão Sully, salvando 155 pessoas. O filme estava previsto para lançamento no Brasil no início do mês, mas devido à tragédia do avião do time da Chapecoense, a estreia só ocorreu no dia 15.

No dia 15 de Janeiro de 2009, o voo 1549 da US Airways é atingido por uma revoada de pássaros minutos depois de decolar do aeroporto de LaGuardia, em Nova Iorque. Ao perceber que o avião foi danificado, capitão Chesley “Sully” Sullenberger (Tom Hanks) se vê obrigado a realizar um pouso de emergência extremamente arriscado no Rio Hudson. Mesmo tendo êxito na manobra e conseguindo salvar todos os 155 tripulantes, Sully é alvo de uma investigação sobre o incidente. Houve imprudência por parte de Sully?

Cena do filme 'Sully - O Herói do Rio Hudson', mostrando Sully e Jeff pensando no que fazer após serem atingidos pelos pássaros

“Sully” é dirigido por Clint Eastwood e tem o roteiro baseado no livro “Highest Duty”, escrito pelo próprio Chesley “Sully” Sullenberger em 2009. O roteiro segue basicamente a história que é contada no livro, fazendo poucas e boas adaptações, que ajudam a dar um tom mais dramático e até tornam o filme mais dinâmico. Por exemplo, enquanto a investigação sobre o incidente no filme é bastante célere, a verdadeira levou 15 meses para ser concluída.

O longa não é linear e não inicia com a sequência do acidente em questão. A história é intercalada com segmentos que mostram sonhos de Sully, flashbacks de sua juventude e flashbacks do acidente (que só é realmente mostrado depois de algum tempo de filme). Felizmente, não há confusão, graças à boa implementação desta abordagem. Há bastante uso de computação gráfica e efeitos visuais, que são bem aplicados e, aliados à trilha sonora, fazem o espectador imergir no clima das cenas do acidente. Inclusive, a cena em que David Letterman aparece é fruto de uma montagem que faz uso da entrevista original que foi ao ar no ano do acidente.

Cena do filme 'Sully - O Rei do Hudson', mostrando Sully e Jeff no julgamento

Tom Hanks mostra uma atuação bastante segura, transmitindo bem as diversas emoções de Sully durante o período em que está sendo investigado e caprichando na performance durante o resgate do avião. Apesar de ter poucas cenas, a performance de Laura Linney é memorável, embora não seja marcante. Aaron Eckhart, por outro lado, não tem muita voz com seu personagem e é um mero coadjuvante nas cenas que são amplamente dominadas por Hanks.

Durante os créditos, são mostrados depoimentos dos sobreviventes do acidente ao lado do verdadeiro Sully. O longa foi indicado a alguns prêmios no último Critics’ Choice Awards, como Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator (Tom Hanks), mas não levou nenhum deles. Já nos Golden Globes, infelizmente, o filme não recebeu nenhuma indicação sequer. Mas é bem provável que “Sully” receba indicações a algum prêmio do Oscar. Vamos ficar na expectativa!

NOTA: 8 / 10

Comentários

Deixe uma resposta