O que achei do filme “The Fundamentals of Caring”

Pôster do filme 'The Fundamentals of Caring'

Ben (Paul Rudd) está passando por uma fase muito complicada, pessoalmente e profissionalmente. Depois de fazer um curso de 6 meses para se tornar cuidador, arranja um emprego na casa de Trevor (Craig Roberts), um adolescente acometido pela distrofia muscular de Duchenne. Ben consegue enxergar além da personalidade arredia e geniosa de Trevor e essa relação de amizade vai trazer uma nova perspectiva de vida para ambos.

Esta é a história do filme “The Fundamentals of Caring” (algo como “O Básico sobre Como Cuidar de Pessoas”), que estreou no mundo todo, exclusivamente na Netflix, na última sexta-feira. O filme é baseado no livro “The Revised Fundamentals of Caregiving” (2012), de Jonathan Evison, que fez parte de várias listas de melhores livros de 2012, como a do jornal Washington Post. Mas a adaptação cinematográfica parece ter ficado aquém da versão original.

Cena do filme 'The Fundamentals of Caring', mostrando Trevor e Ben

O longa faz um bom retrato sobre a vida das pessoas que possuem limitações físicas e ainda encoraja as pessoas a irem atrás de seus sonhos, mesmo diante de suas dificuldades. Entretanto, o roteiro não faz um bom desenvolvimento dos protagonistas e muitos detalhes de suas vidas particulares ficam na base da especulação (Trevor estuda? Ben e Trevor tem amigos?), pois o foco básico aqui é a relação entre os dois, tornando as coisas um pouco unidimensionais. A história melhora um pouco justamente quando outros personagens surgem na história, mas o desenvolvimento deles também não é bem executado, com conclusões pouco satisfatórias.

Cena do filme 'The Fundamentals of Caring', mostrando Trevor e Dot

Paul Rudd é responsável por alguns dos melhores momentos do filme, mas a forma como seu passado foi tratado no roteiro faz com que esta nuance de Ben não seja muito bem explorada. Por outro lado, Craig Roberts conseguiu construir um adolescente bastante crível, com seus hormônios aflorando e personalidade arisca (por conta da doença, possivelmente) que vai evoluindo no decorrer do filme. “The Fundamentals of Caring” também conta com a participação de Selena Gomez no papel de Dot, que traz uma dinâmica diferente para o filme.

O ritmo do filme começa um pouco arrastado, mas melhora um pouco na metade final. Como não li o livro original, fica difícil saber qual a origem do problema nesta adaptação. Mas é louvável a iniciativa da Netflix em trazer cada vez mais conteúdo exclusivo para seu catálogo.

NOTA: 6,5 / 10

>

Comentários

Deixe uma resposta