O que achei dos SAG Awards 2016

Idris Elba posa com seus 2 prêmios SAG Awards

A temporada de premiações ainda não acabou: os SAG Awards são entregues pelo SAG-AFTRA (Screen Actors Guild – American Federation of Television and Radio Artists), constituído por atores e artistas do cinema, televisão, rádio, videogames e etc. Em outras palavras, é um prêmio de artistas para artistas e, por isso, tem uma relevância muito grande para quem é indicado. A edição deste ano ocorreu no último sábado, dia 30, em Los Angeles.

O evento foi direto ao ponto, sem apresentadores tentando ser engraçados em vão. E também ficou marcado pela diversidade dos vencedores. Quando subiu para apresentar “Beasts of No Nation”, Idris Elba, até brincou com isso, falando “Senhoras e senhores, bem-vindos à TV com diversidade”. Elba, inclusive, levou 2 prêmios quase seguidamente: Melhor Ator Coadjuvante por seu papel em “Beasts” (pelo qual não foi indicado ao Oscar) e Melhor Ator de Série de Drama, na série “Luther”.

Foto do momento em que o elenco da série 'Orange is the New Black' recebe o prêmio de Melhor Elenco de Série de Comédia no SAG Awards 2016

Como se não bastasse isso, Viola Davis levou o prêmio de Melhor Atriz de Série de Drama, como Annalise de “How to Get Away With Murder”, pelo segundo ano consecutivo. O altamente diverso elenco de “Orange is The New Black” (OITNB) ganhou o prêmio de Melhor Elenco de Série de Comédia e Jeffrey Tambor levou o prêmio de Melhor Ator de Série de Comédia, por seu papel transgênero na série “Transparent”. Ainda comentando sobre os negros que saíram vitoriosos, Uzo Aduba de “OITNB” levou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia e Queen Latifah o de Melhor Atriz em Minissérie ou Filme para Televisão, no papel principal do filme “Bessie”.

No campo do cinema, Leonardo DiCaprio confirmou o favoritismo e levou mais um prêmio de Melhor Ator pelo filme “O Regresso” (The Revenant), sendo aplaudido de pé. Outra favorita, Brie Larson recebeu o prêmio de Melhor Atriz, por “O Quarto de Jack” (Room). Já Alicia Vikander superou Kate Winslet e foi agraciada com o prêmio de Melhor Atriz Coajduvante por seu papel em “A Garota Dinamarquesa” (The Danish Girl). E o prêmio de Melhor Elenco de Filme ficou com “Spotlight: Segredos Revelados” (Spotlight), desbancando “A Grande Aposta” (The Big Short), que não levou nada.

Foto de Carol Burnett posando com seu Screen Actor Life Achievement Award

Outro momento interessante foi quando o elenco de “Downton Abbey” subiu ao palco para receber o prêmio de Melhor Elenco em Série de Drama, pela última vez, já que a série foi encerrada. A premiação também homenageou a atriz, cantora e comediante Carol Burnett com um Life Achievement Award, muito merecido. E Susan Sarandon abriu o segmento que lista os artistas falecidos lembrando de David Bowie.

Foi uma cerimônia bem rápida (2 horas) e eu achei que as escolhas foram muito justas e apropriadas. Além de não cometer exclusões de raça ou gênero, refletem bem o cenário atual de séries e filmes. Serve como termômetro para o Oscar? Historicamente, o SAG tem se provado um bom meio de prever os resultados da principal cerimônia de cinema, juntamente com o Producers Guild e o Directors Guild Awards. Tudo pode acontecer, mas é quase improvável que Leonardo DiCaprio não saia com a estatueta no dia 28 de fevereiro.

Foto de Leonardo DiCaprio posando com seu SAG Award de Melhor Ator

Comentários